quinta-feira, agosto 30, 2012

Street Fighter: 1/4 de Século de Boa Porradaria!


Street Fighter marcou a minha geração e as seguintes. Isso é fato. Eu mesmo posso dizer que, muito do que sou deve-se a SF. Foi graças a SF que fiz muitos amigos, e interesses relacionados vieram com ele.  Mas isso não é sobre a minha vida, e sim sobre o que SF representa para a cultura pop. Na verdade, representa MUITA coisa...

Não foi apenas dar o caminho a ser seguido para os games de luta, mas Street Fighter foi e ainda é um ícone cuja influência na indústria de games se nota até hoje. Referências a SF são quase que imediatamente reconhecidas no momento que são vistas ou mesmo citadas; se eu falar em Hadouken ou Shoryuken, muita gente vai mentalizar esses golpes de primeira. Street Fighter já é tão enraizado na cultura geek que é algo natural. Como o pão com manteiga.

Admita, você pelo menos PENSOU no nome do golpe agora!

A data de 30 de agosto de 1987 marcou o lançamento de Street Fighter 1 que, a bem da verdade, é uma merda atômica e tanto. Mas, da mesma forma que Mega Man, eles acertaram a mão na segunda versão, The World Warrior. Foi a partir desse ponto, com as mudanças que SF2 trouxe pros games de luta (que antes eram como Karate Champ), que o gênero pegou as bases do que existe hoje. Agora, mesmo com a (DL)Capcom tentando ferrar tudo (ainda bem que temos o Yoshinori Ono lá pra nos salvar...do jeito que dá), Street Fighter continua firme. E com o suporte dos fãs, tem tudo pra se manter na ativa por bastante tempo (mesmo que a DLCapcom tente estragar as coisas...)

O afeto dos fãs é mais forte que qualquer corporação mercenária. Fato!
O que interessa é que devo muito do que sou hoje a Street Fighter. Com ele tive forças manter meu lado geek durante a juventude, e todos sabemos que isso é uma coisa boa, né? Não tem como negar a influência que ele teve na minha geração e nas demais. Meus parabéns a Ryu, Ken e todos os demais!

E já que no dia seguinte, 31 de agosto, é aniversário de cinco anos da Miku, vamos emendar com isto:




Se quiserem OUTRO tipo de remix, que tal então do fodástico album Street Fighter Tribute?


                                                   



Claro que também os fan remixes são sempre do caralho, este que o diga:




E pra fechar, o tema fodão que marcou o retorno de um longo sono...




Enfim...parabéns, Street Fighter! Shinkuuu...HADOOOOOOUKEN!!!



Um comentário:

Anônimo disse...

Muito bom sua homenagem ao grande SF! Realmente ele também me afetou positivamente, porque conheci pessoas bacanas por causa tanto to SF como do FG.

Off-topic: Precisamos comemorar o novo monolito preto viu? :D

Matheus.