sexta-feira, dezembro 31, 2010

Free Talk: Uma Análise de 2010 (Com um Calor dos Infernos...)




O ano termina e está quente pra diacho. Tudo que me vem a mente é o pote de sorvete que tá lá na geladeira. Não é só a temperatura que tá alta, mas o que se passou em 2010 fez o ano pegar fogo. Muita coisa se passou nesse ano, deixando as coisas ainda mais complexas de se prever para o próximo. Vamos analisar um pouco isso tudo neste último post do ano, pra variar um pouco as coisas

Talvez o que mais tenha chamado a atenção este ano foi a recente lei de censura (pois nada mais é que isso) aprovada em Tóquio. Isso demonstra que a cultura otaku mais hardcore está com sua influência mais forte do que em 2009. A lei já foi aprovada, mas certamente ela não terá grandes efeitos, já que políticos não tem força pra ir contra o poder econômico das grandes editoras. Podem estar certos de que o fascista hipócrita (e broxa) do Ishihara cometeu suicídio político depois dessa, pois o dano que isso vai causar na economia da província (já pensaram em Akihabara?) acabou de vez com as chances dele se eleger novamente no futuro. Mas desde o caso das "feminazis" esse foi o golpe mais duro que a cultura otaku levou. Não é alarmismo pensar que as coisas podem piorar mais pra frente, por isso nem fiquem surpresos se algo assim acontecer de novo.

E eu sei que não abordei muito sobre esse caso aqui, mas há duas razões pra isso: primeiro, outros trocentos blogs e sites já trataram desse assunto (ainda que alguns tenham só copiado dos outros :P); e segundo, notem que essa lei é uma ofensa e discriminação contra um direito básico dos países democráticos: a liberdade de expressão, e certamente as editoras podem botar alguns ônibus lotados de advogados pra contestar a legalidade da lei, tornando-a tão inútil quanto grande parte das leis brasileiras. Socialismo o K-7; Capitalism, ho!

Outra coisa que tem que ficar marcada neste ano é o mal que a pirataria faz para a indústria dos Visual Novels. Ao abordar o assunto aqui no nbm², eu sempre tive a melhor das intenções de divulgar o quão divertidas poderiam ser coisas "underground" como esse gênero de games e outras coisas que curto, como as Vocaloids, o Touhou Project e coisas assim. Só que eu não pude deixar de expressar meu descontentamento ao saber que um bando de pirralhos emplastrados de pomada Minâncora começou a piratear games das produtoras ocidentais (Jast e Manga-Gamer), com o "objetivo de divulgação" efetivamente ajudando a f*der mais ainda a situação de um mercado que é pequeno e mal consegue se aguentar. É idiotice achar que dando de graça games comerciais você vai divulgar Visual Novels. Pra isso há uma pá de outros games freeware, em vez de ferrar uma firma com um lançamento recente. E eu admito que me deu vontade de meter um soco bem forte (seguido de FADC e Ultra) na cara desses prepubescentes por ir contra o que venho defendendo desde que criei o nbm², em 2007 (faz tempo, eh?). Mas, sem problemas, só sou de me preocupar com low tiers se for alguém que valha o pavor, como o Kuroda jogando de Q no 3rd Strike^^

É justificada a decisão da Baseson de não liberar as vozes pro release oficial de Koihime Musou da Manga-Gamer. Mas antes de xingar a empresa, xingue o filho da p*ta que fez uploads dos games deles. Que fique bem claro que se eles deixarem de investir no ocidente, a culpa é toda dos pirateiros. Ainda assim espero poder comprar ef (-G), Demonbane e Tenkuu no Yumina (Jast)assim que saírem, pois sei lá se as empresas não vão pro saco depois disso. Já disse que não sou contra que baixem esses games (eu já disse que não sou santo), mas por favor, faça um esforço e compre-os depois (como eu fiz com todos os capítulos de Higurashi). Não há nenhuma outra maneira de se ajudar as produtoras, ponto final.

Mas nem tudo foram más notícias; pelo menos a cultura mais underground em si continua se fortalecendo cada vez mais; a força dos doujin games parece que está chegando a um novo patamar de produção, com os releases de Umineko - Ougon Musou Kyoku e Touhouvania 2 - Strangers Requiem, que não deixam nada a dever pra produções "profissionais"; de fato, a linha tem ficado menos tênue entre os doujin games e os games de produtoras profissionais, salvo aquelas que investem no PS3 e XBox 360. E mesmo investimentos milhonários não impedem que certos games sejam autênticas bombas; não foi a toa que o "jogão" Final Fantasy XIII, além de não ter conseguido nota máxima na Famitsu (coisa que Pokémon Black & White levou merecidamente), recentemente ganhou o seu merecido troféu de "M*rda do Ano".

Isso serve pra provar que você não precisa de um supercomputador da NASA pra fazer um game bom. Tirar o máximo desempenho gráfico da engine é bom, com certeza. Mas ainda assim games tem que ser divertidos, antes de mais nada. Encher o game de "não-fatores" como chances mínimas de drops pra alguns itens em FFXIII como em MMOs (e SEM multiplayer, ainda por cima) foi o cúmulo do ridículo em design. Ás vezes, simplicidade basta para a diversão. Por isso que eu gosto de doujin games (e games pra portáteis); se eles são bons, não é por ter CGs a cada cinco minutos, mas pelo seu gameplay e diversão superarem as tranqueiras megalomaníacas da Square (que estragam a Enix). Se bem que Dragon Quest IX é viciante^^

E começando a saideira, um aviso importante: sabem aquele meu projeto secreto? Pois é, tá pronto! Provavelmente eu não vou postar nada na próxima semana, mas no meu próximo post, vcês vão saber do que se trata. Talvez não tenha muita relevância pra quem já lia o nbm², mas ainda assim é algo que eu já estava pra fazer faz eras. E o meu costumeiro presentinho de fim-de-ano desta vez fica pra janeiro, pois é algo meio...fora do comum, e mais trabalhoso por isso. Mas acredito que vocês vão gostar.

No mais, é fazer como a Vita; comer um pouco de sorvete pra amenizar o calor, e tentar entrar o novo ano com todo o gás. E pra fechar o post, algo bom pra encher o gás com tudo (fora os internos, graças a lentilha) é uma música com gás. E no momento, eu não consigo pensar em algo melhor do que esta aqui:


Além do Jack Sparrow, eles são o único tipo de pirata que presta, sem dúvida!

Até o ano que vem, meus queridos leitores. E é hora de aproveitar os releases do Comiket^^

domingo, dezembro 26, 2010

Vanguard Princess: Processo Evolutivo...?


Resolvi dar um pulo no blog do Sugeno pra pegar uma  versão mais atualizada do Vanguard Princess, e olha só o que achei lá:



e isto também:


Ele certamente está dando duro para o próximo upgrade do game. E obviamente, nós vamos ficar de olho no que ele estiver fazendo...

Life of Maid: Especial de Natal 2010!

Papai Noel, velho batuta, rejeita os miseráveis, eu quero matá-lo... 


 ...aquele porco capitalista, presenteia os ricos, cospe nos pobres...

Isso, Youmu! Capa ele! Sem-vergonha!

Pra fechar este especial, a música de Natal mais clássica desta época...



Pros marinheiros de primeira viagem do nbm², saibam disso: ODEIO O NATAL...
...mas gosto de presentes.
E vocês vão ganhar um em breve...^^ 

quarta-feira, dezembro 22, 2010

Koumajou Densetsu 2: Opening Video do Game!


Eu tinha me esquecido disso...^^



Agora não falta mais...e isso serve pra lembrar que, assim como o fighting game de Umineko, o novo Touhouvania sai agora no fim de semana que vem, durante o Comiket!  

Free 4Koma: Equilíbrio de Poder é...


O pior de tudo: não é só em Gensokyo que acontece isso...Perfeito equilíbrio? Uma utopia do Sirlin, oras...^^

domingo, dezembro 19, 2010

Life of Maid: Overdose Mode - Capítulos 213 a 217!!!



Meiling em: Joselito ReLoaded! China sem noção!



Ah...o choque do Fim da Infância...um dos ganha-pão dos psicanalistas...

 
Situação diferente, mas o pensamento é o mesmo: "AHHHHHHHH!!!"



Pelo menos você fez uma boa ação, Rinnousuke. É isso aí, seja o macho que tua mãe não foi!!! 


Ufa...pra compensar o atraso das últimas semanas, mais um bônus:


Pois é,  isso indica que Colonel Aki vai seguir mandando ver em 2011. Melhor pra nós!